A Consulta do Viajante é efetuada por um médico especialista em doenças infeciosas e em Medicina Tropical que poderá aconselhar sobre as medidas preventivas e as atitudes e precauções a ter antes, durante e depois da viagem. 

Dra. Anabela Rodrigues

O que é a Consulta do Viajante e para que serve?

  • Quem viaja para outros países expõe-se a novos agentes transmissores de doenças e a outros fatores que podem por em risco a sua saúde.
  • A Consulta do Viajante deve ser realizada, de preferência, 4 a 8 semanas antes da data da partida, para destinos fora da Europa que comportam algum risco, existindo medidas preventivas e vacinas obrigatórias e que constam no respetivo certificado internacional.
  • Estas medidas incluem a vacinação, medicação preventiva da malária, informação sobre higiene individual, cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, e outros aspetos para que deve estar alerta quando viaja.
  • Na Consulta do Viajante poderá ser-lhe prescrita a(s) vacina(s) aconselhada(s), com possibilidade de administração da sua maioria bem como a prescrição dos medicamentos necessários para a profilaxia das doenças, nomeadamente da malária (paludismo).
  • Em complemento a esta consulta deverá também informar-se sobre a assistência médica e segurança no país de destino e aconselhamento sobre a farmácia que o viajante deve levar consigo.
  • Após o regresso, a Consulta do Viajante presta assistência médica que permite diagnosticar problemas de saúde possivelmente contraídos durante a viagem, e efetuar o controlo periódico de indivíduos que passam temporadas prolongadas em países ou regiões onde o risco de contrair doenças é elevado.
  • Com alguma frequência, os viajantes internacionais apresentam um problema de saúde durante ou após as viagens. Em geral, não são situações graves mas calcula-se que cerca de 8% dos casos necessitem de tratamento médico.
  • Se, após o regresso, apresentar sintomas como febre, diarreia, vómitos, problemas respiratórios ou da pele (entre outros possíveis) deverá recorrer ao médico para rastreio de doenças como a malária, dengue, ricketsiose, leptoespirose ou giardos, situações que requerem tratamento médico.

Quais são as vacinas obrigatórias e as que são apenas aconselhadas?

  • O Regulamento Sanitário Internacional em vigor estipula que a única vacina que poderá ser exigida aos viajantes na travessia das fronteiras é a vacina contra a febre amarela. Mas, alguns países não autorizam a entrada no seu território sem o comprovativo de vacinação contra outras doenças.
  • A Consulta do Viajante informa, em função do destino, quais são as vacinas que protegem contra doenças como a cólera, a difteria, a encefalite japonesa, a hepatite A, a hepatite B, a gripe, a raiva, o tétano e a febre tifóide.

Para a Consulta do Viajante que documentos devo trazer?

  • Cartão do Cidadão
  • Documento com o n.º do Utente
  • Boletim Individual de Saúde/Vacinas
  • Certificado Internacional de Vacinações (se já o tiver)
  • Listagem da medicação regular, assim como qualquer documentação médica relevante.

Centro Médico - Campus da Cidade Universitária 

Médico Dias Horas
Dra. Anabela Rodrigues Diariamente 09h00-17h00